sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Justiça mantém decisão de negar proibição de uso da imagem de CamposA decisão do desembargador Pedro Ivo de negar liminar da ação cautelar movida pela família de Eduardo Campos (PSB) que tentava impedir o uso de sua imagem e voz por outros partidos foi mantida nesta quinta-feira (21) pelo pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE). No julgamento, ocorrido depois do horário eleitoral, os desembargadores consideraram como homenagens o uso da imagem de Campos pelos adversários políticos da coligação Pernambuco Vai Mais Longe. Nos próximos programas, outras veiculações que possam prejudicar a imagem do socialista serão avaliadas caso a caso. Dois dias antes de sua morte, o ex-governador pernambucano ajuizou ação para impedir o uso de sua imagem por grupos políticos rivais, de acordo com o advogado da família, José Henrique Wanderley Filho. A viúva, Renata Campos, e seus filhos não devem recorrer da decisão. Com informações do jornal O Estado de São Paulo.

0 comentários:

Postar um comentário