Jorge Amado, escritor

“Descreva em uma frase o seu amor por chocolate

"Princesinha do Sul"

Jorge Amado, escritor de Gabriela Cravo e Canela

segunda-feira, 26 de junho de 2017













O Ministério da Educação divulgou na manhã 
desta segunda-feira (26) a segunda chamada 
do Programa Universidade para Todos (Prouni
do segundo semestre de 2017.
pode ser consultada filtrando pelo nome da instituição 
de ensino, campus, curso e turno. Também é possível 
saber se o candidato está na lista de espera. Outra 
opção para ter acesso ao resultado e com número 
de inscrição do Enem 2016 e senha.
Os alunos convocados devem apresentar a 
documentação nas instituições de ensino a partir 
desta segunda (veja o calendário abaixo). Quem não
cumprir os prazos, perderá o direito à bolsa.
Nesta edição são oferecidas 147.492 bolsas, 
sendo 67.603 integrais e 79.889 parciais em instituições particulares de ensino superior. A seleção é feita a partir do desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), levando em conta critérios socioeconômicos da família do estudante.
divulgada no dia 12 de junho.
No ano passado, na edição do meio do ano, foram 
oferecidas oferecidas 125.442 bolsas, sendo 
57.092 integrais e 68.350 parciais ofertadas 
em 22.967 cursos de 901 instituições de ensino 
superior.
Para disputar uma bolsa parcial ou integral é necessário
ter média de 450 pontos de nota mínima no Enem, 
ter sido aluno de escola pública ou bolsista na 
particular, e obedecer a alguns critérios socioeconômicos.
A bolsa integral é destinada aos estudantes que 
possuem renda familiar, por pessoa, de até um 
salário mínimo e meio. Já o teto da bolsa parcial, 
de 50% do valor da mensalidade, é de até três
salários mínimo.

Calendário do Prouni 2017.2

Veja abaixo das datas:
Resultado da segunda chamada: 26 de junho
Comprovação de informações: 26 a 30 de junho
Prazo para manifestar interesse em participar 
da lista de espera: 7 a 10 de julho




Fonte: G1









Bahia, na última quinta-feira (22), continua na areia
da praia nesta segunda-feira (26). O animal foi 
visto em Alcobaça mas, com a maré alta, a 
carcaça foi levada para Prado, que fica a cerca 
de 25 quilômetros de Alcobaça.
Conforme o secretário de Meio-Ambiente de Prado,
Fernando Rodrigues, a secretaria não tem 
maquinário para auxiliar no enterro da baleia e, 
caso seja necessário, eles vão solicitar ajuda de 
outros municípios. "Nossa máquina [retroescavadeira] 
encontra-se em Corumbau, a cerca de 110 km 
daqui [Prado]. A estrada é de chão e, como semana
passada fomos castigados com a chuva, está difícil o deslocamento da máquina de Corumbau até onde se
encontra a baleia. Estamos fazendo o possível para
tirá-la de lá", explicou.
Segundo projeto que cuida de baleias jubartes na
 região, a causa da morte ainda não foi determinada.
 A espécie da baleia também permanece desconhecida,
mas características apontam que seja uma jubarte 
do sexo masculino.



Fonte: G1
Uma mulher foi internada após ser agredida com
golpes de garrafa na cabeça, no município de Uruçuca,
localizado na região no sul da Bahia. Segundo a 
delegacia da cidade, o ex-companheiro dela é 
suspeito de ter cometido o crime e foi preso.
De acordo com a polícia, o caso ocorreu na 
madrugada de domingo (25). As agressões, 
conforme a investigação, teriam sido motivadas 
por ciúmes. A polícia não informou onde as agressões aconteceram e nem se os dois moram juntos.
O homem, segundo a polícia, nega que tenha 
cometido o crime. Ele foi encaminhado para a
 7ª Coordenadoria de Polícia Civil do 
Interior (Coorpin/Ilhéus).
Segundo a delegacia de Uruçuca, a mulher, identificada
como Ana Claudia, foi levada para um hospital da 
região. Não há informações atualizadas sobre o estado
de saúde da vítima. 
A polícia informou que ainda vai 
colher o depoimento da vítima para saber 
o que ocorreu no dia do crime.




Fonte: G1
Casos de câncer devem crescer cerca de 50% em duas décadas, alcançando 22 milhões de pessoas diagnosticadas em 2030 – em comparação com os 14 milhões de 2012. Essa é a previsão da Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer (Iarc), órgão da Organização Mundial da Saúde (OMS) responsável por pesquisas relacionadas ao câncer em todo o mundo. A estimativa reforça que o câncer é uma questão de saúde pública, com impacto social e econômico. Apesar da previsão se aplicar a todos os cânceres, alguns tipos merecem destaque. O melanoma, câncer decorrente do crescimento anormal dos melanócitos (células responsáveis pela produção de melanina, que dá a cor e pigmentação à epiderme) é o menos comum, porém mais agressivo entre os cânceres de pele – e sua incidência vem crescendo. No mundo, cerca de 200 mil casos de melanoma são diagnosticados por ano e 55 mil pessoas vão a óbito, o equivalente a 6 mortes por hora, segundo a OMS; no Brasil, são registrados anualmente 5.560 novos casos da doença e 1.547 óbitos, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA). Rodrigo Munhoz, médico oncologista especialista em melanoma do Hospital Sírio Libanês e do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), afirma que ainda não é possível atribuir esse aumento de casos a um fator específico. “Na maior parte dos casos – estudos mostram que 65% -, o melanoma está relacionado a exposição solar excessiva. Por isso, a prevalência da doença é maior em pessoas brancas, de peles e olhos claros, com muitas sardas. No entanto, há tipos específicos de melanoma mais comuns em pessoas negras ou em áreas do corpo não expostas ao sol, como couro cabeludo ou solas dos pés. Por isso, todos devem se cuidar”.  O médico reforça, também, que nem sempre o melanoma está associado a uma pinta, como se acredita. “As pessoas ainda confundem uma pinta comum, que pode ser retirada no consultório, com câncer. O melanoma é uma doença grave que pode avançar para os nódulos linfáticos e outros órgãos do corpo, como cérebro, pulmões, ossos e fígado - a chamada metástase. Por isso o diagnóstico precoce é tão importante”, completa.





Fonte: Bahianoticias
Em um comunicado oficial publicado no Instagram, a dupla sertaneja Maiara e Maraisa pediu desculpas pelo cancelamento do show previsto para este sábado (24), em Ibicuí, no sudoeste baiano. A dupla afirmou que, em breve, anunciará uma nova data de show na cidade. Segundo a publicação, o show foi cancelado por questão de logística e segurança. “Devido a questões de logística, segurança e balizamento noturno na pista de pouso, não conseguimos comparecer ao show de hoje 24/06”, diz o texto. Segundo a nota, o fato se deu por se tratar de um voo noturno, com saída de cidade de Senhor do Bonfim, também na Bahia, onde foi realizado a primeira apresentação da dupla. “Reafirmamos o compromisso com nosso público e através do nosso escritório, Workshow, marcaremos uma nova data, o mais breve possível. Contamos com o carinho, compreensão de todos e pedimos desculpas”. O comunicado ainda diz que, em caso de desistência, poderá ser pedido reembolso do ingresso. 





Fonte: Holofote
O presidente Michel Temer mandou enterrar a ideia de usar os recursos do FGTS para pagar o seguro desemprego. Estudada pela área econômica, a medida previa a retenção de parte do saldo da conta vinculada ao FGTS e da multa de 40% nas demissões sem justa causa. A decisão do presidente foi comunicada neste domingo ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, durante reunião no Palácio da Alvorada, com outros seis ministros, líderes do governo na Câmara dos Deputados e Rodrigo Maia, presidente da Câmara.
Na prática, a proposta alterava a sistemática de saque do FGTS - que hoje integral e autorizado numa única vez nas demissões sem justa causa. O saque passaria a ser parcelado em três vezes, em valores equivalentes ao último salário do trabalhador.
O objetivo era economizar com o pagamento do seguro desemprego. Se depois de três meses o trabalhador não conseguisse outra colocação daria entrada no pedido do benefício.




Fonte: O Globo


sábado, 24 de junho de 2017

O Ministério da Saúde quer acabar com a oferta de refil de refrigerantes em restaurantes e redes de lanchonete no Brasil. A pasta negocia com representantes do setor um acordo para o fim dessa prática, que, na avaliação do ministério, tem se expandido de forma perigosa no país. "Caso não cheguemos a um resultado comum, vamos estudar uma outra medida", afirmou o ministro da Saúde, Ricardo Barros. A alternativa seria propor ao Congresso um projeto de lei proibindo esse sistema de oferta da bebida. De acordo com o ministro, não há prazo para que o acordo com o setor seja firmado. A estimativa do Ministério da Saúde é de que existam cerca de 1 mil lojas de redes de fast-food, além de restaurantes, que oferecem aos clientes essa possibilidade de consumo ilimitado por um preço fixo. "Há uma disputa por esse mercado. Vamos manter a tentativa de acordo voluntário. Espero chegar a um entendimento", disse Barros. Pelas contas da pasta, o refil aumenta em até 30% o consumo de refrigerantes nos estabelecimentos. "Isso vai contra a nossa meta, que é justamente reduzir a ingestão da bebida", completou. Barros anunciou ainda outras duas medidas que estão em estudo para tentar reduzir o consumo excessivo de sal e açúcar no país: a proibição de saleiros em mesas de restaurantes; e a mudança de embalagens de sal e açúcar, que passariam a apresentar um dosador. "Eles ajudariam a ver qual a exata quantidade para o consumo. O que vemos hoje é uma colher de sal, mas ela pode ser rasa ou muito cheia. Há uma grande diferença", disse Barros. A exemplo do refil, a ideia do governo é tentar, em uma primeira etapa, um acordo com donos de restaurantes e estabelecimentos que servem comida para retirar o saleiro.





Fonte: Bahianoticias
O risco de sofrer obstrução arterial é maior entre fumantes. De acordo com cientistas norte-americados, o tabagismo debilita um gene que protege estes importantes vasos sanguíneos. As descobertas apontam uma explicação genética dos efeitos do cigarro para o acúmulo da placa que endurece as artérias e causa doenças cardíacas. "Este foi um dos primeiros grandes passos rumo à resolução do complexo quebra-cabeça das interações genético-ambientais que levam a doenças coronarianas", afirmou o coautor do estudo, Danish Saleheen, professor assistente de bioestatística e epidemiologia da Perelm School of Medicine, da Universidade da Pensilvânia. Foram avaliados dados genéticos de mais de 140 mil pessoas, obtidos em mais de 20 estudos anteriores. "Uma mudança em uma única 'letra' do DNA no cromossomo 15, perto do gene que expõe uma enzima (ADAMTS7) produzida nos vasos sanguíneos, foi associada com 12% de redução do risco em não fumantes", destacou o grupo. 






Fonte: Bahianoticias
A cantora Carla Visi, ex-vocalista da banda Cheiro do Amor, surpreendeu seus seguidores nesta semana ao postar um vídeo anunciando uma vitória contra o câncer de mama. "Amigos e fãs das redes sociais, eu vim compartilhar como vocês aqui uma celebração. Hoje, estou completando um mês em que fui submetida a uma retirada de tumor na mama direita. A diferença da minha experiência para de muitas outras pessoas é que descobrir o câncer ainda no início. Quanto mais cedo detectamos esse tipo de enfermidade maior é a chance de cura. Então, meu recado: homens e mulheres cuidem-se; façam exames de rotina. Sejam felizes", desabafou no registro. Ainda na publicação, a artista diz ter pensado "muito antes de compartilhar" essa informação. 

Assista:   






Fonte: Holofote








A irmã dos cantores Caetano Veloso e Maria 
Bethânia, Clara Maria Viana Telles Velloso 
Barreto, morreu, aos 85 anos, na sexta-feira (23), 
em Salvador, após passar mal, na cidade de 
Santo Amaro, no Recôncavo Baiano.
Segundo amigos da família, ela morava em 
Salvador e estava em Santo Amaro para passar
os festejos juninos. A paciente foi atendida, 
inicialmente, no Hospital Santa Casa e transferida
para o Hospital Português, na capital baiana, 
onde não resistiu e morreu. A causa da morte 
ainda não foi informada.
O enterro está marcado para 15h30 deste sábado,
no cemitério da Jardim da Saudade, em Salvador.
Clara Maria é filha de Claudionor Viana Teles 
Veloso, mais conhecida como Dona Canô, 
que morreu aos 105 anos, também em Santo 
Amaro, no ano de 2012Ela deixa os filhos Maria
 e Jota Veloso.





Fonte: g1